top of page

O guia essencial dos planos de saúde

Aprenda sobre os plano de saúde, direitos e deveres dos seu plano. Obtenha dicas atualizadas, recomendações atravez de nosso conteúdo e muito mais.

O que é autismo atipico?

Atualizado: 25 de mai.

autismo atipico
autismo atipico

O autismo atípico, também conhecido como Transtorno Invasivo do Desenvolvimento - Não Especificado (TID-NE), é uma condição que se enquadra no espectro do transtorno do espectro autista (TEA). Ele é denominado "atípico" porque não preenche todos os critérios diagnósticos para o autismo clássico ou outros subtipos específicos do TEA, mas ainda assim apresenta manifestações significativas que afetam o desenvolvimento social, comunicativo e comportamental.




Acesse também:


 


autismo atipico
Will Oliveira

Olá me chamo #Will #Oliveira, sou #consultor de plano de saúde e odontológico.


Se no momento ainda não tem #plano de #saúde, solicite informações completa sobre os #plano de #saúde da #Amil, #Unimed, #Bradesco, #Sul #América, #Hapvida e #Liv #Saúde.




Maiores informações

Fixo: (8,5)3051-4792

Oi: (85) 98559-0394/98828-5073

Tim: (85)99620-1799







 

O termo "atípico" sugere que as características do autismo em questão são incomuns ou diferentes das observadas na maioria das pessoas com TEA — Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. No entanto, é importante ressaltar que não há uma definição clara e universalmente aceita do que constitui o autismo atípico, e o uso desse termo pode variar entre os profissionais de saúde e as comunidades de autismo. As características do autismo atípico podem variar significativamente de uma pessoa para outra, mas geralmente incluem:


  1. Dificuldades na Comunicação: Pode haver desafios na comunicação verbal e não verbal, como a falta de contato visual, atraso na fala, ou o uso peculiar da linguagem.

  2. Padrões de Comportamento Repetitivos: Comportamentos repetitivos ou estereotipados, como movimentos repetitivos das mãos, interesse intenso em objetos específicos ou aderência a rotinas rígidas.

  3. Dificuldades Sociais: Pode haver dificuldades em interagir socialmente, interpretar as emoções dos outros ou desenvolver amizades.

  4. Interesses Específicos e Intensos: Foco intenso e especializado em áreas específicas de interesse, muitas vezes a ponto de se tornar obsessivo.

  5. Sensibilidade Sensorial: Hipersensibilidade ou hipossensibilidade a estímulos sensoriais como luz, som, tato, cheiro ou gosto.

  6. Desenvolvimento Desigual: Desenvolvimento desigual em diferentes áreas, como habilidades motoras, linguagem e cognição.

  7. Resistência a Mudanças: Dificuldade em lidar com mudanças na rotina ou ambiente, resultando em ansiedade ou comportamentos desafiadores.

Pessoas com autismo atípico podem apresentar sintomas semelhantes aos do autismo típico, como dificuldades na comunicação, interação social e comportamento repetitivo ou restrito. No entanto, eles podem ter outras características que são menos comuns em pessoas com autismo típico, como uma idade de início mais tardia, sintomas mais leves ou menos frequentes, ou uma combinação de sintomas que não se enquadra claramente nos critérios diagnósticos existentes.


Na Classificação Internacional de Doenças, 10ª Edição (CID-10), o código F84.1 refere-se ao "Transtorno Global do Desenvolvimento Não Especificado". Este código é utilizado para categorizar condições que apresentam características relacionadas aos transtornos do espectro autista (TEA), mas não se encaixam completamente nos critérios específicos para outros subtipos de transtorno do espectro autista.

Diagnóstico

O diagnóstico do autismo atípico é frequentemente realizado quando as manifestações clínicas não se encaixam perfeitamente nos critérios diagnósticos dos outros transtornos do espectro autista descritos no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5) ou na Classificação Internacional de Doenças (CID-10).


Fatores Contributivos

Os fatores exatos que contribuem para o desenvolvimento do autismo atípico ainda não são completamente compreendidos, mas acredita-se que uma combinação de fatores genéticos, neurológicos e ambientais desempenhe um papel. Estudos sugerem que variações na expressão genética e anomalias no desenvolvimento cerebral podem estar associadas a este transtorno.



É importante lembrar que o diagnóstico do autismo atípico é complexo e requer uma avaliação cuidadosa por um profissional de saúde especializado, a fim de diferenciá-lo de outros transtornos do desenvolvimento ou condições médicas que possam apresentar sintomas semelhantes. Além disso, independentemente do rótulo diagnóstico específico, todas as pessoas com necessidades especiais merecem respeito, suporte e oportunidades para atingir seu potencial máximo





Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page